Auto-sugestões construtivas

As sugestoes construtivas ajudam sua mente subconsciente, criando autosugestao positivas continuamente. 

AS SUGESTÕES CONSTRUTIVAS

Dando à sua mente subconscientes auto-sugestões construtivas

Abra o jornal qualquer dia destes e poderá ler dezenas de notícias que poderão semear as sementes da inutilidade do medo, da preocupação da angústia e da ruína eminente.

Se aceitos por você, esses pensamentos de medo poderão causar-lhe a perda da vontade de viver. Sabendo que pode rejeitar todas essas sugestões negativas, dando à sua mente subconscientes auto-sugestões construtivas, você pode neutralizar todas essas idéias negativas.

Verifique regularmente as sugestões negativas que as outras pessoas poderão ter-Lhe feito.

Você não tem que ser influenciado pela hetero-sugestão negativa.

Todos nós sofremos dela em nossa infância e juventude.

Se você olhar para trás, pode facilmente recordar como seus pais, amigos, parentes, professores e companheiros contribuíram para uma campanha de sugestões negativas.

Estude as coisas que lhe são ditas e descobrirá que muitas sugestões negativas vieram sob a forma de propaganda.

O objetivo da maior parte do que se disse foi controlá-lo ou instilar-lhe medo.

Esse processo de heterosugestao executa-se em cada casa, escritório, fábrica e clube.

Você descobrirá que muitas dessas sugestões têm o propósito de fazê-lo sentir, pensar e agir como os outros querem e da maneira que lhes seja mais vantajosa.

 

COMO A SUGESTÃO MATOU UM HOMEM

Eis aqui um exemplo de heterosugestão : um parente meu foi a um vidente de bola de cristal na Índia e este 41 lhe disse que seu coração era ruim e que morreria na próxima lua nova.

Ele começou a contar a todos os membros de sua família a predição, preparando inclusive seu testamento.

Essa poderosa sugestão entrou em seu subconsciente porque ele a aceitou inteiramente.

Meu parente contou-me também que o vidente era considerado como possuidor de estranhos poderes ocultos e achava que podia fazer o mal ou o bem às outras pessoas.

Ele morreu como fora previsto, sem saber que era a causa da sua própria morte.

Acredito que muitos de nós já ouviram contar semelhantes histórias, estúpidas, ridículas, supersticiosas.

Vejamos agora o que aconteceu, à luz do nosso conhecimento da maneira pela qual funciona o subconsciente.

O que quer que a mente consciente e racional do homem acredite, a mente subconsciente aceitará e agirá de acordo.

Meu parente era feliz, gozava de boa saúde, era um homem forte e vigoroso quando foi visitar o adivinho.

Este lhe deu uma sugestão bastante negativa, que ele aceitou.

Ficou aterrorizado e freqüentemente pensava no ato de que ia morrer na próxima lua nova. Contou a todo mundo o caso e preparou-se para o fim.

Essa idéia tomou conta da sua mente, tendo como causa o seu próprio pensamento. Ele provocou sua própria morte – ou melhor, a destruição do corpo material – com seu medo e expectativa do fim.

O adivinho que previra sua morte não tinha mais poder que as pedras e os gravetos dos campos.

A sua sugestão não tinha o poder de criar nem provocar o fim que indicava.

Se meu parente conhecesse as leis da mente, teria rejeitado inteiramente a sugestão negativa e se recusaria a dar qualquer atenção maior às palavras do adivinho, sabendo no fundo de si próprio que era governado e controlado por seus próprios pensamentos e sentimentos.

Como flechas de lata atiradas contra um navio de guerra, a profecia poderia ser completamente neutralizada e dissipada sem que adviesse mal algum.

As sugestões que os outros Lhe fazem não têm nenhum poder sobre você, a não s

er o poder que você próprio lhes dá, através dos seus pensamentos.

Você tem que dar o seu consentimento mental, tem de nutrir o pensamento. Só então ele se torna seu pensamento e você começa a pensá-lo. Lembre-se :

você tem capacidade de escolha.

Escolha a vida! Escolha o amor! Escolha a saúde!

Baixe e leia o livro O PODER DO SUBCONSCIENTE >>>> na integra <<<<<